21 novembro 2013

Vamos sair do comodismo?

| |
Desculpem-me, mas hoje eu não vim para falar de filme. Quero ver se consigo tocar um pouco vocês.

Eu estava conversando esses dias com a Karen, as pessoas (todos nós em geral) andam muito acomodadas, em suas zonas de conforto. Quando fazemos alguma postagem diferente no blog, sobre algo diferente (literatura brasileira, filmes e séries não tão divulgados na mídia) acho que podemos chamá-los de projetos com pouca verba ($) englobada, e também existe o preconceito, nunca assistiu/ leu e já falam que não é bom, não gostam. 
Não é pelo fato de o personagem principal não ter ficado com o seu personagem favorito que torna a historia ruim, sei que ficamos com muita raiva pelo tal ocorrido, mas isso não quer dizer nada. Temos que levar em consideração tudo o que esta englobado e não só o final feliz do tal “casal”, a vida real é a assim, nem sempre ficamos com a pessoa que queremos, e os autores/ diretores estão querendo trazer essa não tão boa realidade para nós. Está acabando os “contos de fada” que existiam antes (ate que nos livros ainda tem muito), mas podem analisar nos filmes mais recentes, que isso esta meio acabando, porque na realidade não esta existindo.

Antes de julgar conheçam, assim estarão com o direito de dizer se é bom ou ruim. Mas isso não vale somente com relação aos filmes, livros e séries não, digo com relação a tudo, tenho certeza que vocês já fizeram isso alguma vez, ou ainda fazem. Então vamos acordar pra vida, sair desse “mundinho” fechado e ver realmente tudo o que a vida tem para nos oferecer, e não é na mesmice que vamos conseguir as coisas, sentados que tudo venha até nos. Temos que agir e começar também a nos esforçar, forçarmos a experimentar coisas novas, para que possamos nos surpreender.

Essa semana EU decidi que quero mudar meu modo de vida, de como faço as coisas. No ultimo dia do ano sempre faço uma lista com coisas que quero realizar durante o ano novo, mas sempre me saboto durante os meses e nunca da certo, e acaba que de dez itens realizo somente uns quatro, e olhe lá. Mas dessa vez eu resolvi fazer antes, para poder começar a partir de agora. Então depois de tudo isso que disse aqui nesse meu primeiro texto, quero convidar vocês também para fazer parte dessa mudança junto comigo, começando por pouco, assim como eu disse no início, assistindo ou lendo algo que vocês jugam ser ruim pela sua primeira impressão, mas que as pessoas em geral diz ser bom (eu também já fui assim, cabeça dura, mas consegui mudar um pouco, pelo menos com relação a algumas coisas). Vamos experimentar coisas novas.


Peço desculpas novamente, mas não escrevi isso com o intuito de criticar e muito menos ofender, mas ao contrario, quero que vocês entendam que não estou falando por mal, e sim pelo bem de todos, pois se todos forem pessoas de mente aberta o mundo será muito mais bonito, e começamos é a partir das pequenas coisas. Espero realmente que entendam o que eu quis dizer e que isso possa servir para algo!

2 comentários:

  1. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir