26 dezembro 2013

Resenha:A Ilha de Kansnubra e o portal perdido - Andrews Ulisses

| |
Olá gente, tudo bom? Hoje a resenha é do livro A Ilha de Kansnubra e o portal perdido, do autor parceiro, Andrews Ulisses. Terminei de ler o livro quinta-feira (19)!


























Sinopse: Garley é um tímido estudante de dezesseis anos que encontra um misterioso medalhão de ouro e é transportado a uma ilha chamada Kansnubra. Localizado no enigmático Triângulo das Bermudas, este fantástico lugar é palco de mago, bruxas e dragões. Para encontrar o portal perdido e retornar a sua vida normal, Garley deverá criar coragem e cumprir uma missão. Com a ajuda de Aldrich, Johnny, Laura, Jorge e Alix, eles partem em direção ao Monte Tylan, mas monstruosas criaturas e poderosos inimigos cruzam o caminho dos jovens. Será que Garley conseguirá enfrentar seus medos e alcançar o objetivo?

Garley é um menino pobre de dezesseis anos, tímido, que se vê perseguido por valentões (Victor e seus amigos) todos os dias depois da aula. Garley é motivo de piada em sua escola por suas notas e por ser muito pobre.
Então em um dia na volta da escola ele encontra um medalhão na rua, e quando ele e sua família pensam em vender, Garley se vê na curiosidade de esperimentar o medalhão. Neste mesmo momento ele é transportado para uma ilha, chamada Ilha de Kansnubra. Garley não sabia onde estava, e muito menos quem seriam aquelas pessoas estranhas e aqueles lugares tão diferentes. E a principal pergunta era: como ele voltaria pra casa?
Conforme acompanhamos a narrativa em terceira pessoa, mais personagens são apresentados para nós, além de costumes de uma cultura desconhecida, uma culinária totalmente estranha e roupas meio... excêntricas.
Entramos em um mundo de magia, onde Kansnubra tem uma mistura de terra medieval e tecnológica (palavras de "Leituras do Edu"). Me surpreendi muito nesta parte, pois por magia eu não esperava.

Gostei do livro, o início foi um pouco arrastado, mas conforme algumas páginas passam começamos com aquela frase bem famosa: só mais um capitulo. Imaginei outra escrita para o autor por conta da capa. Com a capa imaginei uma escrita mais densa, não sei explicar, mas acaba que a escrita do autor é realmente diferente, leve, é só conhecermos.
Nenhum vão é deixado no livro, todas as perguntas são respondidas conforme a necessidade, até mesmo uma pergunta que logo foi respondida é a localidade da ilha de Kansnubra, por que ninguém a conhece é uma pergunta que foi bem pensada e respondida.
O autor deixa bem claro no livro que existirão mais "aventuras de Garley", se assim posso dizer. Eu daria mais páginas para que houvesse uma conclusão de tudo, acho que o livro ficaria muito bom, mas se houver continuidade não será problema, e claro, espero mesmo que o autor sempre vá evoluindo a cada livro.
Só uma coisa que pode incomodar algumas pessoas é a revisão. Eu vi alguns erros, (isto normalmente não me incomoda), algumas palavras juntas, mas uma única frase que me irritou foi que ouve uma troca de "mas" para "mais", e isto me irrita bastante, mas foi só uma vez.
Um pequeno comentário para fãs fanáticos de Harry Potter: Apesar de eu nunca ter lido esta série, sei que por comentários A Ilha de Kansnubra tem uma grande inspiração nele, então para os que tem uma visão contrária de tudo isto, não recomendo a leitura pois isto pode atrapalhar na sua visão sobre a estória.
Folhas amarelinhas, uma estória legal, um chocolate quente, uma chuva e você está em um dia perfeito para ler 
Onde Comprar: Buscapé
Skoob: aqui | Editora: Novo Século | ISBN: 9788576799504 | Ano: 2013 | Páginas: 280

6 comentários:

  1. Esse tipo de livro não me comove, auhsuahs.

    http://papodemeninasaer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado Karen! Gostei da maneira como colocou os pontos positivos e negativos do livro.
    Sucesso com seu blog e Boas Festas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado da resenha. Desejo o mesmo pra você!

      Excluir
  3. Confesso que não me chamou muito atenção.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, mas se um dia decidir dar uma chance ao livro, me informe sua opinião. Beijos!

      Excluir