11 fevereiro 2014

A dependência e a solução

| |
Durante muitos anos de nossas vidas dependemos dos nossos pais para por comida na mesa, para dar-nos sustento e para termos uma vida boa e termos base para nosso futuro.
Nossos pais nos deram vida, oque já é uma grande provação de amor, na grande maioria das vezes. Nos dar oque queremos ou mesmo nos oferecerem com oque podem é outra coisa maravilhosa que fazem, e isso é muito gratificante para ambos os lados.
Mas a grande frustração é exatamente você ser dependente dos seus pais. Você sempre terá um limite diante da sua "independência" porque ela não existe, você é dependente. Não estou falando de você sair por ai e viver sua vida, talvez em partes, mas não. Estou realmente falando de dinheiro.
Não estou comentando disso por mesquinharia e dinheiro também não é a base da minha vida, mas precisamos dele para montá-la, e depois disso que você pode pensar em realmente viver sua vida e viver a independência.

Confundir todos é oque eu não quero, então pulando toda essa enrolação, oque eu quero dizer é que em minha cabeça a maior aproximação que eu teria da independência seria arrumar um emprego e não precisar ocupar meus pais de pedidos de coisas que quero, mas simplesmente lutar pelo que quero com minhas próprias mãos, e dar um alívio aos meus pais, (independência não se trata só de diversão meus caros).
Infelizmente falta muito chão para eu conseguir um emprego, mas é um sonho que quero poder realizar em 2015, sendo menor aprendiz. Ando pesquisando tanto sobre isso que fico feliz só de saber que hoje em dia tenho esta oportunidade. Daqui até ano que vem tenho muito tempo de pesquisa do que seria muito melhor para mim entrando em um menor aprendiz porque eu tenho o costume de pensar sobre tudo que eu quero fazer muito tempo antes da coisa ser realizada, mas não chego nem perto de ser organizada.
Depender de alguém em algum dos casos é algo horrível. Só de imaginar que eu poderei ter mais liberdade em escolher oque quero e aprender a administrar meu dinheiro (apesar de eu ser bem mão de vaca) é muito bom, me sinto mais matura e além de tudo mais apta para as situações que me esperam.
Uma iniciação em menor aprendiz vai fazer com que minha experiência em um emprego me ajude no futuro e agora (no caso, no futuro ainda).
Pensar no futuro é algo genial, mas precisamos começar a tomar atitudes hoje, e nem sempre me refiro á um ato imediato, mas sim se preparar agora e não somente sonhar. Dependente ou independente, nunca é muito cedo ou muito tarde para fazer planos e colocar rumos em sua vida, profissionais ou dar rumo a qualquer outra coisa. 

Sempre vai ser chato depois de uma certa idade (mesmo eu ainda tendo treze) continuar na dependência, e isto é algo forte pra mim porque meu pai começou a trabalhar aos doze anos. Claro, no caso dele foi por conta de necessidade, mas mesmo depois de algum bom tempo ele está formando sua carreira, com uma faculdade, um bom emprego e etc. Meu pai sempre será um exemplo pra minha vida, e ele sempre é oque mais me apoia em tudo que faço, especialmente com meu blog. O mesmo carinho que tenho com ele, tenho com minha mãe e não a desconsidero, mas meu pai é meu exemplo. 
Na vida sempre temos que ter rumos, e mesmo que você tenha dado um rumo a ela isto não quer dizer que você tem que deixar algo que gosta (só acrescentando, e estou falando de hobbys e etc), e você pode deixar de ser dependente da droga, do roubo, dos pais se houver necessidade, e de milhares de outras coisas. É só você dar o primeiro passo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário