30 julho 2015

A Menina que Colecionava Borboletas - Bruna Vieira

| |
E aí, galera! Tudo bom com vocês? Meu nome é Vinícius Bonafé e eu já fui um colaborador aqui do Palavras Digitas, mas, na época, tive que sair para cuidar do meu próprio blog (que fica pronto em Dezembro!). Então senti uma louca saudade de postar alguma coisa aqui no PD e a Karen permitiu (Ah, antes que vocês perguntem: eu não sou um colaborador!). 

Com tudo esclarecido, vamos lá pra resenha de hoje? 

Sabe quando precisamos de um amigo, mas não existe ninguém em nossa vida que tenha esse título? Então, Bruna Vieira é esse nosso amigo. 

De alguma forma - e eu não sei como -, as crônicas que estão reunidas no "A Menina que Colecionava Borboletas" fazem com que a gente se identifique inteiramente com o que está escrito. São tantas palavras verdadeiras, tantos erros, tantos tropeços, tantas desilusões e preconceitos reunidos em um livro só que a gente acaba percebendo que a nossa vida é formada não só pelas coisas boas, mas pelas ruins também. E isso é muito legal: mostrar para os jovens que, na vida, todos erram em algum determinado momento.








Sobre a edição, só posso dizer que está perfeita. As letras são grandes e visualmente agradáveis, as páginas são grossas e o livro é cheio de ilustrações feitas pela linda e talentosa Mariana Valente (as frases são da Bruna, somente as ilustrações são dá MV). 

Enfim, pessoal, o negócio é o seguinte: ou você compra e lê este livro inteirinho, ou eu te mato.

Com amor, 
Vinícius Bonafé! 

Um comentário:

  1. Olá!
    Adorei sua resenha, volte a ser um colaborador do blog, haha!
    Há tempos eu estou querendo esse livro, pois tenho uma colega que já leu e disse que a escrita da Bruna amadureceu muito.
    As fotos ficaram lindas *-*
    Beijo.

    Está rolando sorteio lá no blog, vem participar: Choque Literário

    ResponderExcluir