28 julho 2015

Corre já para o cinema mais próximo de sua casa

| |
Não estava me aguentando de tanta ansiedade e nesse último final de semana eu fui no cinema assistir Homem-Formiga e Pixels. Então se estão interessados em saber mais sobre os filmes não deixem de conferir esse post!

















Sinopse: Dr. Hank Pym (Michael Douglas), o inventor da fórmula/ traje que permite o encolhimento, anos depois da descoberta, precisa impedir que seu ex-pupilo Darren Cross (Corey Stoll), consiga replicar o feito e vender a tecnologia para uma organização do mal. Depois de sair da cadeia, o trambiqueiro Scott Lang (Paul Rudd) está disposto a reconquistar o respeito da ex-mulher, Maggie (Judy Greer) e, principalmente, da filha. Com dificuldades de arrumar um emprego honesto, ele aceita praticar um último golpe. O que ele não sabia era que tudo não passava de um plano do Dr. Pym que, depois de anos observando o hábil ladrão, o escolhe para vestir o traje do Homem-Formiga.

O filme foi tudo o que eu esperava, e um pouco mais. Para quem está acostumado com os filmes de comédia romântica encenados por Paul Rudd, e pensou que esse personagem não iria dar certo para o ator, você estava completamente equivocado, pois o personagem caiu como uma luva, ele soube interpreta-lo muito bem, até mesmo Scott Lang que não acretiva que iria se sair bem como homem-formiga, ele conseguiu, com muito treino e ajuda de Hope Van Dyne (filha do Dr. Hank Pym). 
A finalidade do filme é fazer com que Scott, o homem formiga, roube a "jaqueta amarela" (idéia que o ex-pupilo do Dr. Hank roubou) para evitar maiores danos.

OBS: Como em todos os filmes da Marvel, não se esqueçam de ficar até o final. Esperem pelos créditos e pós-créditos do filme, pais ainda tem mais novidades que vão gostar.





















Sinopse: A humanidade sempre buscou vida fora da Terra e, em busca de algum contato, enviou imagens e sons variados sobre a cultura terrestre nos mais diversos satélites já lançados no universo. Um dia, um deles foi encontrado. Disposta a conquistar o planeta, a raça alienígena resolveu criar monstros digitais inspirados em videogames clássicos dos anos 1980. Para combatê-los, a única alternativa é chamar especialistas nos jogos: Sam Brenner (Adam Sandler), Eddie Plant (Peter Dinklage), Ludlow Lamonsoff (Josh Gad) e a tenente-coronel Violet Van Patten (Michelle Monaghan).

Como na grande maioria dos filmes de comédia estrelados por Adam Sandler, sabemos que não podemos esperar muito dos filmes, não estou dizendo que ele traz azar para seus trabalhos, que é um ator ruim ou algo parecido, nada disso, mas é que o cara não consegue ser ótimo como outros atores. Mas isso não quer dizer que eu não goste dos filmes dele, ao contrario, eu adoro os filmes desse cara, apesar de todos terem algo parecido, como por exemplo ele ser "palhação" e sempre ficar com mulheres bonitas, e Pixels não ficou fora desses rótulos. 
Apesar de o filme ter recebido um grande número de criticas negativas, eu posso dizer que gostei, claro que não é nenhum Ant-man, mas é um bom filme, que garante boas risadas, ainda mais com Peter Dinklage no elenco, foi bem o que eu estava esperando, só acho que não podem ir para a sala de cinema com muita expectativa, pois assim você irá se arrepender, e uma coisa que eu achei super legal foi eles terem citado One Tree Hill no filme (acho que muitos ficaram sem entender nessa parte).

OBS:  Fiquem sentados até o final. Esperem pelos créditos do filme, pois ainda tem mais.



Um comentário:

  1. :)

    O Formiga não me interessei tanto... Mas pretendo assistir um dia.
    O Pixels deve ser legal.

    ResponderExcluir